Busca

Indígenas Mayan protestam contra corrupção na Guatemala Indígenas Mayan protestam contra corrupção na Guatemala 

ACN apoia projeto para combater a corrupção da América Latina

A Academia de Líderes Católicos, apoiada pela fundação de direito pontifício Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), quer formar pessoas para assumirem responsabilidades políticas.

Por Maria Lozano, Ajuda à Igreja que Sofre

O ano de 2023 marcou um impacto significativo no futuro da política da América Latina. O calendário eleitoral incluiu eleições gerais no Paraguai, Argentina e Guatemala, bem como eleições legislativas no Chile e no Peru. Nos países democráticos, as eleições têm grandes implicações para a economia, a segurança, a justiça social e os direitos humanos dos seus cidadãos. No entanto, em muitas partes do mundo, os cristãos evitam envolver-se na política e têm reservas em assumir as rédeas da sociedade a nível político e econômico.

Segundo José Antonio Rosas, diretor geral da Academia de Líderes Católicos, existe uma má compreensão da fé entre muitos católicos que tendem a isolar-se do mundo porque o vêem como uma fonte de problemas e desafios intransponíveis. No entanto, é uma questão de fé, explicou Rosas durante uma visita à sede da Ajuda à Igreja que Sofre (ACN, sigla em inglês).

“A ideia de que a política corrompe tem feito com que mesmo os países com um número muito elevado de católicos, como os do continente americano, não tenham líderes com um compromisso político que reflita os valores cristãos”, observou ele.

No entanto, afirma o mexicano de 47 anos, um bom cristão é sempre um bom cidadão e a política é o instrumento ideal para ajudar nas necessidades e alcançar o bem comum da comunidade: “É claro que às vezes a política corrompe, por isso que precisamos de políticos comprometidos com responsabilidade cristã, porque se não jogarmos nessa liga, não marcaremos gols, nem faremos parte do jogo”.

O desafio da escassez de líderes cristãos

 

Nas palavras do diretor, o continente latino-americano enfrenta inúmeros problemas. Os numerosos protestos de cidadãos refletem uma crise mais profunda na sociedade. Contudo, a presença de líderes cristãos neles é muito escassa. Rosas lamenta esta ausência e salienta que, em muitas ocasiões, os políticos de orientação ateísta são mais consistentes nestas revoluções sociais e acabam por se tornar um movimento anárquico.

Por isso, a academia que dirige busca mudar essa falta de compromisso formando líderes com valores cristãos e capazes de influenciar positivamente na sociedade. “Somente por meio da participação ativa na política, se poderá alcançar uma mudança positiva na sociedade”, enfatiza.

A oração e a compaixão são fundamentais para o compromisso político

 

A formação na Doutrina Social da Igreja é fundamental para os líderes católicos. Rosas destaca que esta formação não se limita a livros de estudo, mas implica educar a consciência das pessoas para que sejam bons samaritanos. “Os manuais são instrumentos muito úteis, mas é preciso ter compaixão diante do drama humano”,  enfatiza ele, para quem essa é a chave para a mudança.

A Academia de Líderes Católicos ensina as consequências de ter um relacionamento pessoal com Cristo, sem impor ideologia ou código moral próprios: “Os católicos leigos devem assumir o compromisso político com uma força que somente vem da oração. Somente assim serão capazes de aceitar o sacrifício de sair das comodidades, de perder a vida por um ideal, pela fé, sem perder a própria vida de fé”, diz Rosas. Além disso, ele destaca que a política pode isolar as pessoas, por isso é importante ter uma comunidade que dê apoio e evite manipulação.

Rosas agradece o apoio da fundação ACN, que respaldou  12 escolas de formação para o programa da fundação. “Esta formação é especialmente relevante em regiões remotas e periféricas, onde procura promover o compromisso social. Graças à Academia, muitas pessoas decidiram entrar na política e contribuir para o bem-estar da comunidade.”

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado, assine a nossa newsletter clicando aqui

15 dezembro 2023, 13:46