Busca

Angelus, 07 de janeiro de 2024 Angelus, 07 de janeiro de 2024  (Vatican Media)

Papa: a libertação incondicional dos reféns na Colômbia é um dever

Em seu apelo após o Angelus, o Papa pede a libertação dos reféns na Colômbia e reza pela paz na Ucrânia, na Terra Santa e no mundo. Do Pontífice a proximidade à população da República do Congo afetada pelas inundações e os melhores votos aos cristãos do Oriente que hoje celebram o Natal.

Vatican News

Ouça com a voz do Papa e compartilhe

O Papa em seu apelo após o Angelus, da janela do Palácio Apostólico pede oração "pela libertação incondicional de todas as pessoas atualmente sequestradas na Colômbia":

“Esse gesto, é um dever diante de Deus, e também promoverá um clima de reconciliação e paz no país.”

Em seguida, Francisco lança mais uma vez um apelo à paz, ao lembrar "da Ucrânia, de Israel, da Palestina e do mundo inteiro".

Fortes chuvas na República Democrática do Congo

O Pontífice expressa sua proximidade à República Democrática do Congo pelas inundações causadas pelas fortes chuvas que, na semana passada, causaram pelo menos 300 mortes e o desabamento de quase 44 mil casas, segundo dados oficiais. Há um alerta máximo no país sobre os riscos de epidemia ligados à falta de saneamento e água potável.

Felicitações à Igreja no Oriente 

Além disso, o papa saudou as Igrejas no Oriente que seguem o Calendário Juliano e que hoje "celebram o Santo Natal em um espírito de alegre fraternidade":

“Desejo que o nascimento do Senhor Jesus vos cumule de luz, caridade e paz.”

Ainda com a imagem das crianças batizadas nesta manhã na Capela Sistina em sua mente, o Bispo de Roma estende sua oração "a todas as crianças que estão recebendo o Santo Batismo nestes dias".

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado, assine a nossa newsletter clicando aqui

07 janeiro 2024, 12:42