Busca

O Patriarca Latino de Jerusalém, dom Pizzaballa, celebrando a Missa de Páscoa (AFP or licensors) O Patriarca Latino de Jerusalém, dom Pizzaballa, celebrando a Missa de Páscoa (AFP or licensors)

Pizzaballa: a púrpura, um convite à reconciliação na Terra Santa

Uma notícia inesperada, mas também um estímulo para o diálogo e o encontro. Este é pensamento do Patriarca Latino de Jerusalém após o anúncio do Papa Francisco este domingo, 9 de julho, no final da oração mariana, de sua nomeação como cardeal

Benedetta Capelli/Raimundo de Lima – Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

 

No estilo do Papa Francisco, os futuros cardeais foram pegos de surpresa pela lista lida no final do Angelus, este domingo, 9 de julho. Vinte e uma novas púrpuras, 18 eleitores e três com mais de 80 anos, souberam que haviam sido chamados para um serviço exigente na Igreja. Em 30 de setembro próximo se realizará o Consistório ordinário para a criação dos novos porpurados, cuja proveniência, explicou o Papa, expressará a universalidade da Igreja.

A Igreja-mãe de Jerusalém

Quem também se surpreendeu foi Sua Beatitude Pierbattista Pizzaballa, Patriarca Latino de Jerusalém desde 24 de outubro de 2020. Contatado pelo Vatican News, ele fala de "uma grande surpresa", mas no gesto do Papa ele vê "um sinal de atenção da Igreja de Roma para com a Igreja-mãe, a Igreja de Jerusalém".

Testemunho do Patriarca Pizzaballa

Pizzaballa enfatiza que essa Igreja em particular tem "a vocação para a universalidade, para o diálogo, para o encontro", mas também tem "a missão de chamar todos os cristãos e não cristãos, acima de tudo, para a reconciliação". A púrpura é, portanto, para Pizzaballa, "um convite para continuar nesse caminho".

Uma oração de ação de graças

Após o anúncio do Papa, os frades se reuniram no Santo Sepulcro para um Te deum de ação de graças.

A ação de graças no Santo Sepulcro

As palavras do Patriarca foram proferidas após dias de sérias tensões por causa da violência que eclodiu em Jenin depois de uma operação militar israelense, com cerca de três mil palestinos fugindo do campo de refugiados no norte da Cisjordânia, e com numerosas vítimas. Uma tensão também recordada este domingo pelo Papa, que pediu a retomada do diálogo e a abertura de caminhos de reconciliação e de paz.

Franciscano na Terra Santa

Sua Beatitude Pierbattista Pizzaballa, 58 anos, nasceu em Cologno al Serio, na província de Bergamo - norte da Itália -, em 21 de abril de 1965. Aos 24 anos de idade, fez sua profissão solene na Igreja de Santo Antônio, em Bolonha, e foi ordenado sacerdote no ano seguinte. Além do italiano, ele sabe hebraico moderno e inglês. Em 1995, editou o Missal Romano em hebraico e traduziu vários textos litúrgicos em hebraico para as Comunidades católicas em Israel. Em 2 de julho de 1999, ele entrou formalmente para o serviço da Custódia da Terra Santa. Após vários encargos, em 24 de outubro de 2020, o Papa Francisco o nomeou Patriarca Latino de Jerusalém.

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado, assine a nossa newsletter clicando aqui

10 julho 2023, 10:30